Posso transformar o meu negócio em uma Franquia?

Você já se perguntou se o seu negócio pode se tornar uma franquia? Como posso saber?

O método mais rápido de expandir o seu negócio é através do franchising. Mas será que o meu produto, marca ou empresa, é viável para o sistema de franchising? Um dos processos para uma formatação estruturada e de resultados, é o estudo de Viabilidade do Negócio, este estudo consiste em alguns pontos que abordaremos abaixo:

Marca e imagem do mercado

Diretamente ligado ao tempo de operação e sucesso do negócio. Como sua marca é vista no mercado? Qual a avaliação de seus clientes, perante seus serviços prestados? Qual o seu público-alvo? Estas, são algumas perguntas a serem feitas sobre o seu negócio.

De acordo com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE), a marca é capaz de alavancar os negócios quando existe o reconhecimento do mercado e dos consumidores sobre o seu valor.

Mix de produtos e/ou serviços da marca

Esse ponto é relacionado ao posicionamento de mercado do seu negócio. Será necessária uma reflexão da amplitude e profundidade do mix de produtos. Isso assegura a captação e o retorno dos consumidores.

Além disso, é preciso estar claro sobre o que será ofertado aos clientes e qual será o nível de exclusividade.

Potencial do negócio e concorrência

Nesse momento é determinado o potencial do negócio, ou seja, se é expansível e apresenta possibilidade de crescimento para o tipo de produto ou serviço.

Destaque para a presença e a força da concorrência, em relação tanto aos produtos similares ou substitutos, como nos mercados de interesse de expansão.

Modelos de negócios e financeiros

Trata-se de avaliar pontos relacionados a questão financeira no modelo de negócio a ser franqueado. É preciso determinar as margens de lucro e as despesas médias de operação de uma unidade. É preciso ajustá-las para se obter resultados satisfatórios.

Outro ponto a ser considerado é o retorno do investimento, que precisa ser estabelecido dentro de prazos coerentes e alinhados com a realidade de mercado e nível de riscos.

Estrutura e capacidade de investimento da empresa

Nessa fase, são determinados os processos operacionais que devem fazer parte do seu negócio. Estes processos devem ser bem definidos, estruturados e padronizados.

É importante que o empreendedor entenda, que será necessária uma estrutura mínima para o devido suporte e orientação que o FRANQUEADOR deverá oferecer ao FRANQUEADO, tais como: Estrutura física, know-how, colaboradores qualificados, manuais de padronização, sistema de gestão e uma área comercial qualificada para expansão de sua rede. Estas, são ferramentas fundamentais para uma rede de franquias saudável e geradora de resultados.

Todo esse processo deve ser cuidadosamente pensado e analisado.

FICA A DICA: somente iniciar o processo de expansão de sua franquia, quando o negócio estiver totalmente estruturado e pronto para a comercialização.

Quer saber mais sobre o assunto? Deixe suas perguntas ou dúvidas em nosso comentário
Top